Advertisement

Intergovernamentalismo: os intergovernamentalistas consideram que as organizações internacionais são o reflexo das decisões dos Estados-membros. Sendo assim as organizações internacionais não implicam o poder de soberania dos Estados, pois estas são organizações intergovernamentais, a perda de soberania que realmente é observável é relativa. Há o princípio da cooperação intergovernamental entre estados dentro de uma organização internacional. Exemplos incluem as Nações Unidas ou em parte, e da União Europeia, onde existe na área da política externa e de segurança, o princípio da intergovernamentalidade. Ou seja, a autoridade de tomada de decisão fica com os estados, e as decisões devem ser tomadas por unanimidade. Assim, em organizações intergovernamentais cada estado tem o poder de veto de facto.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.